Defeito Capital do Orgulho

 SÉRIE DEFEITOS CAPITAIS

Todo sentimento gera uma emoção e toda emoção uma expressão e uma ação. Daí a importância de ser consciente dos sentimentos, de se tomar cuidado com as emoções.

O orgulho é a sombra de males para a consciência individual, mata a alma aos poucos. O orgulho tem duas faces, a negra e a alva. A face negra é a essência do orgulho, a face alva é como se apresenta. O orgulho confunde-se com a satisfação pessoal. O dizer ser orgulhoso disso ou daquilo. A satisfação pela vitória é um sentimento nobre que muitas vezes o orgulho veste dessa vestimenta para disfarçar.

O orgulho é uma sombra onde se escondem muitas paixões mundanas. Lá a principal delas é a Vaidade. A vaidade é um sentimento narciso, é o orgulho de si próprio para si próprio. A vaidade também é a altivez, é considerar-se belo, sensual, atraente. Vaidade é pensar em si para aparentar aos outros. Vaidade é querer ser servido a todo tempo sem pensar em servir. Altivez é contrária ao altruísmo.

Para Descartes em Paixões da Alma, o orgulho é vicioso e o pior orgulho é o injusto, aquele em que não há motivo. E considero que não há orgulho sem motivo e nesse sentido penso que o filósofo do iluminismo queria dizer que essa espécie de orgulho seria senão aquela em que o único motivo é a vaidade sem que aja qualquer outro aparente. E vale aqui considerar o que é paixão. Para descartes são sentimentos e emoções de toda espécie. O amor seria uma paixão. Percebo que paixões da alma são sentimentos, aspirações da alma, ou seja, o que todos carregam em si no mínimo como probabilidade. Um ser evoluído não pode ter sentimentos baixos porque já os superou.

Muita gente pensa que amor e paixão são dois sentimentos iguais, mas diferentes. Isso é impossível. O contrário do amor é o ódio. E se considerarmos o amor e o ódio como paixões da alma, logo concluiremos que o amor é um sentimento do bem e o ódio um sentimento do mal. Paixão, então, seria para Descartes, todas as sensações da alma refletidas nos organismos do corpo. Como paixão subtendem-se, dessa forma, sentimentos e emoções. Sentimento é a sensação pura da alma, os seus anseios, suas mágoas, decepções, etc., e a emoção o reflexo do sentimento, as sensações no corpo dos sentimentos. O sentimento seria introvertido e a emoção extrovertida.

Considero a linha de pensamento de Descartes segura para esclarecimentos, embora acredite que a psicologia pense de outra forma ou explique com seus métodos científicos de outra maneira. O orgulho é uma paixão da alma, uma paixão negativa, porque nela se encontra a vaidade e a altivez. Disso não falou Descartes, digo eu.

Como vencer o orgulho? Pela humildade. Consideremos que existam paixões maiores que outras. O Amor e o Ódio são duas grandezas. Isso não quer dizer que do Amor surjam todos os outros sentimentos bons e do ódio todos os outros sentimentos ruins, mas todos são partes integrantes desses dois maiores. Quem tem um sentimento bom de menor expressão pode chegar ao Amor e quem tem um sentimento ruim de menor expressão pode chegar ao Ódio. Que seria a vaidade, a altivez e o orgulho nesse sentido? Nada mais que odiar estar abaixo dos outros. O sentimento de desprezo por si quando se está em submissão. O ódio, já disse Descartes, também engloba desprezo. Ele disse ainda que o ódio fisicamente é tudo o que se considera feio. Achar algo ou alguém feio é ter ódio dele, ter aversão à aparência, é um ódio. O orgulho é odiar estar numa posição que se considera humilhante ou ínfima, de pequeno valor ou de pouca consideração. Vê-se logo que amor e ódio são duas grandes paixões, as maiores delas. Uma é maior do Bem outra a maior do Mal.

A humildade é um sentimento benevolente, nobre. Quem realmente tem amor tem a humildade. O amor reúne todos os sentimentos bons, o amor é um sentimento difícil de alcançar, abstrato demais para comensurar, mas quem tem o amor maior, aquele de que falou Jesus o amor a Deus e ao próximo, ou seja, não só aquele sentimento bom para com a família ou a namorada, mas o amor incondicional, amar por amar, por ter chegado a um estado glorioso de transformação de si mesmo. Quem tem o amor sabe que o tem e não se engrandece, seu ato são exemplos de amor. A humildade é meio caminho andado para chegar a ele. A humildade pode começar a ser exercia com a modéstia, quanto mais trabalhar dentro de si a modéstia, melhor a humildade vem. Há que se considerar que às vezes o orgulho traveste-se de modéstia como uma ironia. Mas, mesmo assim, a modéstia reiterada provoca uma avaliação crítica de si mesmo e quem geralmente é acostumado a ser hipócrita se cansa, pois percebe que mente pra si mesmo. É a partir daí, do reconhecimento de seu erro que começa a transformação. A pessoa começa a se sentir sem graça quando percebe que só finge um sentimento. O orgulho sempre aparece travestido de algum outro sentimento a não ser quando se tem liberdade para ser orgulhoso sem disfarçar. E me parece que isso tudo é automático, parece que fomos induzidos a sempre não parecer altivo mesmo quando o somos, simplesmente para não ofender às outras pessoas de quem nos servimos para satisfazer a altivez e a vaidade. A humildade é que vai quebrar o orgulho.

Como querer ser grande sem ser orgulhoso? A vaidade é um desastre e buscamos muito para sermos reconhecidos, lisonjeados, bajulados. Precisamos ser importantes não só pra nós mesmos, mas também para a humanidade, pensar em fazer por si sem tirar do outro, fazer sendo útil de alguma forma, não ser egoísta. Humildade é querer uma promoção na empresa para crescimento pessoal, não para “derrubar” o inimigo. A humildade é o “inoportunismo”. Por que eu faço pra mim? Só por que é pra mim? Para mostrar aos outros? Para me superar? A humildade é não sermos egoístas, orgulhosos, vaidosos, altivos. Humildade é conquista pessoal, altruísmo, fraternidade, tolerância. A humildade vence o orgulho, está a um passo do amor.

Anúncios

4 comentários

  1. Pelotas Occulta · abril 5, 2015

    otimo post frater, seria interessante criarmos uma network de frateres e sorores aqui no wordpress, através dos blogs

    Curtido por 1 pessoa

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s