Defeito Capital da Inveja

 SÉRIE DEFEITOS CAPITAIS

O invejoso quer ter em si o que vê nos outros. Para ele não há satisfação. Seus objetos de prazer são aqueles que imagina serem de muito préstimo para a sociedade. Na verdade, como todos os defeitos, as sensações e as ideias daquele que é vítima são mera ilusão. Isso não significa que as sensações da ira sejam irreais, p. ex., mas são produtos de uma ilusão que causa maus sentimentos.

O ambicioso quer para si aquilo que lhe causa inveja. Obtendo o objeto de sua ambição acredita que o mesmo sentimento de contrariedade que lhe causava a inveja acontece com os outros. Ele se sente feliz por isso. O invejoso é vil e não sabe o quanto de mal causa em si.

O materialismo, o consumismo, a fama, a ostentação, produzem tristeza naquele que não alcança os desejos hostis de seu coração. Pensa o invejoso que aquele que tem o que ele mesmo quer ter e não pode é mais feliz que si próprio. A inveja é cobiça. O invejoso não quer ser, quer ter. Ele dá valor ao status.

Há uma outra categoria de invejosos que não são os materialistas, esses são mais doentes espiritualmente do que aqueles. Os invejosos da matéria invejam o corpo, os bens terrenos, etc. Os outros invejam o bem-estar, a família, o amor, o casamento, os filhos.

A inveja pode causar desânimo, tristeza, desejo de vingança. O invejoso, por vezes, quer destruir a alegria de seu próximo, tirar o cargo do colega de trabalho, ele mente, calunia, forja, rouba, arma ciladas, causa impedimentos, ofende, xinga, agride e até mata.

O que tem inveja pode ter todos os sentimentos negativos. Ele pode ser um avarento, desgraçado, infeliz pessoalmente, decepcionado profissionalmente. O humilde, o pobre nem tem tempo pra invejar o rico e abastado, ele precisa trabalhar muito e sabe que aquilo não é possível a ele alcançar. Mas em relação ao que não é material, qualquer um pode cair na cilada da inveja. Mas qual homem que teme a Deus e ama seu próximo invejaria um casamento bem sucedido só porque ainda não encontrou seu par? Só mesmo um desalmado, frustrado com o bem alheio.

O invejoso pretende auto-afirmar-se, ele quer ser o outro e ter é mais importante pra si. Ele quando está cego é capaz de fazer qualquer coisa para dissipar seu sentimento de tristeza, mas isso ele não consegue em si mesmo, por isso sente a necessidade de atacar o outro, como se isso fosse um mecanismo de defesa, mas tenta defender-se de si. Ele tem raiva do outro, não se contenta com o pouco ou com seu estado de ser, ele vive o outro, admira com decepção a alegria do outro, do seu próximo. Para ele não basta sorrir, tem que ser o sorriso do outro, não basta amar, tem de ser o amor do outro, os bens do outro.

Aquilo que sabemos que nunca poderemos ter não nos causa angústia, mas quem já teve ou não tem pode sofrer por ver que é incapaz. O invejoso pode lutar e vencer, amar e ser feliz como qualquer um, mas é incompetente, relaxado e orgulhoso.

A inveja é um mal pra quem não tem amor, quem não quer ir à luta, é para o ignorante ou para quem ainda não teve a oportunidade de aprender os verdadeiros valores da alma.

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s