A DITADURA DO CASAMENTO É UMA FAÇANHA MORTA

Casamento-Totum-Uno

 

O casamento representa a união de duas pessoas que formam um vínculo amoroso. O ato é mais simbólico do que qualquer outra coisa, pois os sentimentos são reações interiores que muitas vezes são expostos, e provados por alguns gestos.

Contudo, não creio que o casamento seja uma prova de amor. Na verdade, não acredito que se precise provar o amor.

O casamento é uma instituição social, aferida através de um contrato que obriga duas pessoas a assumirem direitos e deveres estipulados no Código Civil.

Como todo contrato, o ato de se casar serve para garantir com que duas partes estejam coobrigadas a determinadas atitudes.

No Direito, não é estudado pela matéria de D. Das Obrigações, nem Dos Contratos, porém, poderia ser muito bem encaixado em qualquer dos dois. O estudo se faz pelo viés do Direito de Família.

Assim, o casamento é mais uma criação humana que demonstra a hipocrisia latente das pessoas em manter a aparência de boa reputação. Que demonstra a desconfiança e o receio a ponto de ter de selar contrato para haver garantia. Que demostra uma máscara social característica de uma herança cristã católica que prega a teologia do amor heterosexual, monogâmico, divino, aceito no céu por Deus e confirmado na terra pelos padres na cerimônia ritualística.

A ideia de vínculo eterno pela alma e vitalício pelo corpo (até que a morte nos separe), deixa a ilusão clara, da qual muitas pessoas depositam sua fé. Como nada é eterno, e tudo o que um dia existiu pode não mais existir, o casamento é passível de desintegra-se. Dessa forma, o amor que une duas pessoas é um símbolo ou uma justificativa para se casar.

Como instituição, está fadado às normas da lei, e às mudanças no contexto social.

No Brasil, é possível casamento homossexual, se provado antes a união estável. A partir daí se faz a conversão da união em casamento.

A união estável, porém, tem o mesmo status de casamento e os mesmos direitos válidos para o casamento valem para união estável.

Duas pessoas podem amar-se, conviver juntas. Mais de duas pessoas no mesmo casamento não é possível. Duas pessoas podem amar-se. E essas mesmas pessoas podem não ser casadas, até viver mais felizes do que aqueles que firmaram contrato público.

O amor é essencial ou não no casamento?

NÃO.

Pra quê continuar propagar uma ilusão? O casamento é um acordo de vontade. Independente do amor. A pessoa casa por livre e espontânea vontade, amando ou não.

O amor não se define por regras humanas! A ditadura do casamento é uma façanha morta.

Se me caso por amor ou garantia social é problema meu. O que faço ou deixo de fazer com a minha vontade diz respeito a mim. Falo de mim pra não falar pelos outros.

No entanto, a honestidade consigo mesmo vai mostrar os fatos. Uma coisa é a instituição, outra, é o símbolo depositado nela.

Se o casamento representa o amor pra muitos, que ele seja o vínculo que mantém a união e que sejam essas pessoas felizes.

Que não se confunda o fato social com o símbolo dogmático da fé.

O fato social é um acordo de vontades ou contrato bilateral, porém, regido pelo Direito de Família, que impõe direitos e deveres ao casal na formação de uma instituição familiar, possível somente de ser confirmada entre duas pessoas e não mais que isso.

O símbolo do casamento é outra coisa e representa o amor que une duas paixões recíprocas. Seria uma bênção divina que proporciona com que duas pessoas vivam a experiência de amarem-se.

Assim, a necessidade do casamento se faz unicamente pela garantia social e jurídica que proporciona. Doutro modo, o amor não precisa de garantia alguma, sendo somente uma desculpa hipócrita de muitos. O amor pode ser vivenciado dentro ou fora do casamento, com uma ou mais pessoas, e com a escolha da sexualidade que seja.

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s