Ópera Alabê de Jerusalém

 

Produção de Altay Veloso – Uma peça musical de temática espiritualista, onde o protagonista é um pai-velho de Umbanda que conta sua história vivida numa encarnação à época do Messias encarnado.

Participação de alguns artistas, dentre outros:

Ivan Lins – Sandra de Sá – Jorge Aragão – Lenine – Wando – Fafá de Belém – Adriana Lessa – Margareth Menezes – Peri Ribeiro – Alcione – Jorge Vercillo

Quimbanda – O Lado Esquerdo da Umbanda

A QUIMBANDA NA VISÃO UMBANDÍSTICA

FORMAS DIVERSAS DE SE OLHAR EXU

Ki-mbanda

Quimbanda, ou as “linhas de esquerda”

Nunca se deve confundir o Orixá Exu com as entidades que integram sua Linha de Força.

A questão mais polêmica, sem sombra de dúvida, cerca o orixá Exu. Ele é uma força da natureza, imaterial e incorpóreo, como os demais orixás.

Dentro da Umbanda, a Hierarquia deste orixá denomina-se Quimbanda, recebendo ainda os nomes de Banda dos Exus e Falange dos Exus.

Na Umbanda, entende-se que este orixá e as entidades que fazem parte de sua falange atuam “à esquerda”. Isso, porém, não significa que sejam de agentes do Mal!

Read More

Desenvolvimento Espiritual de Mediação

mediunidade-Oc.emPauta

Está claro que o mais importante na mediunidade é a elevação espiritual da alma e isso quer dizer tanto da alma encarnada quanto da desencarnada.

Não há mediunidade sem interferência do médium, este é de suma importância. A mediunidade mecânica e inconsciente é menos usual para as almas menos esclarecidas, essas preferem, segundo a codificação de Kardec e a prática espírita, os mais esclarecidos. A mediunidade consciente requer muito da participação do intermediário não significando que na inconsciente não haja um quê daquele que exerce a mediação. Não existe mediunidade sem participação do médium mesmo a passiva tem a sua atuação. Nos tais fenômenos de incorporação trata-se da incorporação de energias e ideias que não são próprias. É chamada incorporação por esta ser de “corpo e alma” e não só de alma, isso quer dizer que, a alma comunicante toma as funções físicas do médium para expressar-se. Não incorpora por inteiro, toma todas as ligações do corpo impulsionando o médium a agir dessa ou daquela forma. Read More